terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Quatro ações para o Desenvolvimento Sustentável


Amigo do Desenvolvimento Sustentável, Sustentabilidade é um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade nos negócios através da gestão dos aspectos sociais, ambientais e, claro, econômicos.

Você já percebeu que a Gestão pela Sustentabilidade é uma questão financeira e aqui apresentamos ações para fortalecer seus negócios, criando e mantendo vantagem competitiva e usufruindo de benefícios como crédito, novos clientes, reposicionamento do mercado, valorização da marca e redução de riscos e passivos socioambientais. Isso é a sustentabilidade.
  1.  Conhecer e gerenciar os requisitos legais obrigatórios do seu negócio e sua contabilidade socioambiental. Ajudará a criar indicadores em cada ação e requisito gerenciado. Manter-se compliance na gestão pela Sustentabilidade.
  2. Criar e gerenciar seus resíduos sólidos através do Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) com rastreabilidade, através do aplicativo MSR. O aplicativo permite atender a logística reversa pré e pós-consumo, cria a Economia Circular tendo seu resíduo como matéria prima e conhecerá o Ciclo de Vida do que produz.
  3. Desenvolver um projeto de Segurança das Pessoas (dentro e fora da sua Empresa), atingindo todos os níveis da sua organização e comunidade. Segurança e Saúde do Trabalho, do Alimento, Eficiência Energética, da Informação entre outras.
  4. Programa de Sensibilização, no modelo TOP-DOWN, atingindo todos os níveis da sua organização. Dar uma percepção clara a todos os stakeholders a importância e os benefícios que a sustentabilidade traz para o crescimento e perenidade da empresa e da vida das pessoas. Código de ética e conduta, Programa de voluntariado empresarial, Semana da sustentabilidade com palestras e oficinas, Ações de redução de resíduo, de água, energia, Educação ambiental e até onde a imaginação permitir.
Iniciativas permite o reposicionamento do seu negócio para o público interno e externo.

BIOTERA, trabalhando para você e como você para a Economia, o Meio Ambiente e a Segurança das Pessoas.




segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

O que determina a reciclagem é a economia e não a tecnologia.



Os valores sociais estão excluídos das equações atuais que se pratica no mercado de reciclagem e, por isso, prefere-se ainda destinar para aterros, incinerações e outros fins  desconhecido pelo gerador e pelo poder público.

No momento que introduz tais variáveis, temo o que chamamos de Economia Circular.

A tecnologia e metodologia - MSR -  é a força motriz para a Economia Circular. Produz movimentos e estímulos na sociedade, criando centros funcionais para atingir o objetivo de todos. Esses centros tem suas funções definidas e tornam-se células vivas para o resíduo e para a economia.Convido-o a conhecer o que temos pra você e seu negócio. 

É fato que os fabricantes, o varejo e os consumidores não assumam voluntariamente a responsabilidade pelo fim da vida útil dos seus resíduos, ao menos que sejam obrigados a suportar o custo das soluções para os produtos e embalagens que produzem, vendem ou consomem.

Desenvolvemos então a valorização e o estímulo da participação do gerador. O custo será assumido compulsoriamente por quem não participa.

Um dos maiores custo neste novo mercado é a logística, que ainda teimam no modelo tradicional. Ela é a primeira a ser mudada na Economia Circular.

As empresas no negócio de reciclagem atuam sempre no final do tubo. Os investimentos também estão focado lá. Tecnologias na reciclagem de cigarros, no tudo da pasta de dente, na embalagem de extrato de tomate, numa cooperativa, numa esteira, num veículo. Esquecem o meio do processo. Como fazer o resíduo chegar até o destino correto? Com o MSR isso acontece e viabiliza qualquer investimento na cadeia de resíduos.

Precisamos conhecer volume, quantidade, qualidade, localização e identificação (fabricante e participante) de resíduos que suporte informação para toda tomada de decisão em todas as esferas e em todas as unidades da cadeia de resíduo. Precisa ser integrada já!
Essa é a proposta.




quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Resíduos Sólidos Extraordinários. Veja o que pode vir por ai.



Você já sabe que monitoramos sistematicamente Requisitos Legais para a Sustentabilidade e manter seu negócio compliance com seus princípios é nossa atividade. Segue PL - Projeto de Lei -  de número 5.739/2016 que tramita no congresso federal.

A proposta inclui na Política Nacional de Resíduos Sólidos (12.305/2010), a obrigação de o grande gerador de resíduos sólidos urbanos, inclusive domiciliares, dar tratamento adequado ao lixo que gera, diminuindo a atuação pública na coleta.

Os resíduos extraordinários terá uma nova definição, que considera os resíduos sólidos urbanos domiciliares, os resultantes de limpeza urbana e ainda os provenientes de estabelecimentos comerciais e de prestadores de serviços que excedam 60 quilos ou 120 litros por dia, por estabelecimento. Ou seja, as empresas que se enquadrem como geradores de resíduos extraordinários, estarão sujeitos à elaboração de um plano de gerenciamento, da mesma forma que hoje já se exige dos geradores de resíduos de saneamento básico, de serviços de saúde, de mineração, de indústria da construção civil e ainda de descartes perigosos, entre outros. Oportunidade para todos. Veja aqui: https://biocicla.wordpress.com/

Os geradores residenciais que se enquadram como gerador de resíduos extraordinários, também estarão sujeitos a elaboração do PGRS. Hoje a PNRS estabelece que a responsabilidade dessa categoria cessa com a disponibilização adequada dos resíduos para a coleta ou com a devolução, sendo o poder público responsável pela destinação final.

O PL traz a argumentação de que os orçamentos dos municípios têm grande impacto ao terem que gastar com limpeza urbana, sendo que esse montante poderia ser destinado a saúde e educação.

“Segundo dados do Ipea [Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada] de 2012, considerando-se uma amostra de 256 municípios, a despesa com manejo de resíduos sólidos urbanos corresponde, em média, a 5,3% das despesas correntes das prefeituras. Trata-se de um valor considerável no orçamento municipal”, avalia o relator da proposta.

Diversas cidades do país já iniciaram suas regulamentações da lei no sentido de diminuir a carga assumida pelos poderes públicos. “Há uma tendência nacional de proibir taxativamente que o poder público desempenhe o papel de responsabilidade exclusiva dos grandes geradores”. Mudanças vindo por ai.

Pesquisa e elaboração de Priscila Leal, Gestora Ambiental
Fonte: Câmara dos Deputados Federal


terça-feira, 22 de novembro de 2016

O resultado da Economia Circular



Olá amigo do Desenvolvimento Sustentável. Obrigado por acompanhar e interagir conosco. Nossa ideia é transformar essa página em um território com a melhor exposição e troca de conhecimentos para a Sustentabilidade e sua aplicabilidade nos negócios.

Convido-o a conhecer o programa que a GOCIL, nosso cliente que adotou a ferramenta e metodologia do MSR no gerenciamento do seus resíduos sólidos gerados em duas unidades da cidade de São Paulo.



Conheça e faça da gestão do seu resíduo um impacto mensurável na sociedade e no meio ambiente. E não pode se esquecer na melhoria financeira no gerenciamento do seu resíduo. Novas tecnologias e metodologia para um novo negócio.

O desafio de 2017 é implementa-los nas filiais por todo o Brasil.

A BIOTERA trabalha com você e para você.

Att


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Desenvolver-se de forma sustentável

Ola amigo do Desenvolvimento Sustentável, espero encontra-lo bem?

Conhece o serviço e ferramenta de gestão e assessoria de requisitos legais? A BIOTERA gostaria de apresentar-lhe o que temos para você, na medida do seu negócio.

Nossa ferramenta e serviços foram aprovados por Banco de Investimento como uma ferramenta segura, ágil e habilitada para gestão de requisitos legais obrigatórios, gestão das ações pra o cumprimento legal, melhores indicadores de sustentabilidade e a única com gestão de custos para a sua contabilidade socioambiental.
A ferramenta permite o cumprimento dos regulamentos internos e externos, acordo com clientes, código de ética e conduta, códigos de práticas voluntárias. Seu negócio estará compliance com as questões e assunto que esta cada vez mais em evidência - por motivos óbvios.
 Com alta tecnologia, a performance e desempenho da sua equipe está garantido. Veja aqui.
Prestamos serviços em todo o Brasil. Estamos em províncias e cidades do México e Argentina.


Será um prazer para nós.

Att 

Outras matérias que pode ser do seu interesse: